> Noções Básicas
  > A "cura" da fibromialgia
  > Fibromialgia em pacientes
  > Fibromialgia Juvenil
Home Pacientes | Destaque | Outros Editoriais | Serviços | Pontos de Vista | Sites Recomendados | Cadastre-se
  Área Pacientes

  Fibromialgia
::Noções Básicas
::Freqüência na População
::Quadro Clínico
::Manifestações Associadas
::Diagnóstico
::Fibromialgia Juvenil
  Como Lidar
::Orientações Gerais
::Tratamento Medicamentoso
::Tratamento Não Medicamentoso
  Você não esta só
::Seu espaço
::Compartilhe conosco
  Aviso Legal
::Disclaimer
Pontos de Vista
Dormir de lado é o melhor para evitar dores

POSIÇÃO É A MAIS INDICADA PELOS MÉDICOS, PORQUE DEIXA A COLUNA "ALINHADA". DORES AO ACORDAR PODEM SER SINTOMAS DE DOENÇAS

Não adianta dormir oito horas e ter um sono tranqüilo se o seu corpo estiver mal posicionado. Os médicos afirmam que dormir errado pode agravar problemas de coluna, ou ser um sintoma de alguma síndrome ou doença, como bruxismo ou fibromialgia (espécie de reumatismo). A posição ideal é se deitar de lado, de preferência com um travesseiro entre as pernas para a colina ficar alinhada. Dormir de bruços não é recomendável. Principalmente a quem gosta de usar travesseiro, porque a posição deixa a coluna torta. Se você fica incomodado ao acordar -tem dores no pescoço e nas costas, por exemplo-, procure um clínico geral. Ele pode verificar se o problema é psicológico -causado por estresse e preocupações- ou físico -na coluna, por exemplo. "O sono é muito importante", diz o reumatologista Jamil Natour, da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo). "Estudos indicam que dormir mal, preocupado, pode causar dores no corpo. Escolher uma boa posição para dormir é fundamental para evitar o incômodo."

Dormir em posição errada pode agravar problemas de coluna, segundo Natour. Os mais comuns são lombalgia (que é uma espécie de pressão crônica sobre a musculatura lombar -que fica na região abaixo da cintura), lordose (curvatura acentuada na região lombar) e escoliose (quando a curvatura da coluna fica em formato de S). O médico ressalta, entretanto, que as dores podem ser conseqüência também do colchão e do travesseiro (veja quadro). A Dra. Evelyn Goldman, reumatologista do hospital Albert Einstein, fala ainda de outro problema que pode causar dores durante a noite -a síndrome das pernas inquietas. "Quem se movimenta muito durante o sono pode acordar com dor, formigamento ou arrepios", comenta. Neste caso, um alongamento resolve. Pessoas que acordam cansadas, sentindo o corpo "moído", podem sofrer de fibromialgia, conta a doutora. Segundo a médica, o problema atinge de 3% a 5% da população brasileira. Os sintomas da síndrome são dor crônica, fadiga, indisposição e distúrbios do sono (como insônia). A dica da fisiatra Satiko Yamamura, do HC, para aliviar as dores ao acordar é não levantar de uma vez. O correto é colocar apenas um pé para fora da cama e, com a ajuda da mão e do cotovelo oposto, mudar lentamente de posição: de deitado de lado para sentado. (Luciane Scarazzati e Lívia Sampaio)

Veículo: Agora São Paulo
Seção: Notícias
Data: 08/11/2004
Estado: SP

Imprimir



Mais Pontos de Vista
Fibromialgia tortura com dores pelo corpo
Fibromialgia tortura mais de 4 milhões de pessoas no país
Marcha contra a dor
A Fibromialgia, quem diria, esta aí!
A dor feminina
Fibromialgia - Parte II
Fibromialgia Importuna Crianças e Adolescentes
COMPREENDENDO A “DOR PSÍQUICA” DOS PORTADORES DE FIBROMIALGIA
Busca no Site


  Área Médicos

  Sites Recomendados
Fibromyalgia Network
Site informativo, com material educacional para leigos, web links, newsletters, calendário de eventos, atualiações sobre diagnóstico e tratamento, etc...


Leia mais...

  Apoio


Sociedade Brasileira de Reumatologia




Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor




Apsen Farmacêutica


Informações: 0800 165678 - infomed@apsen.com.br web by SiteCommerce.net