> Noções Básicas
  > A "cura" da fibromialgia
  > Fibromialgia em pacientes
  > Fibromialgia Juvenil
Home Médicos | Eventos | Pontos de Vista | Serviços | Artigos | Sites Recomendados | Revistas | Cadastre-se
  Área Médicos

  Fibromialgia
::Diagnóstico
::Epidemiologia
::Fibromialgia Juvenil
::Introdução
::Manifestações Associadas
::Patogenia
::Quadro Clínico
::Referências Bibliográficas
  Exames
::Outros
::Polissonografia
  Tratamento
::Medicamentoso
::Não Medicamentoso
  Publicações Recentes
::Associações
::Diagnóstico
::Diagnóstico Diferencial
::Distúrbios Afetivos
::Distúrbios do Sono
::Doenças Ocupacionais
::Dor Crônica
::Enfoque Social
::Entidades Clínicas
::Epidemiologia
::Fadiga Crônica
::Fibromialgia Juvenil
::Instrumentos de Avaliação
::Manifestações Clínicas
::Manisfestações em Geral
::Manisfetações Dolorosas
::Medicamentoso
::Múltiplas
::Patogenia
::Revisões
::Tratamento
::Tratamento Não Medicamentoso
  Estudos APSEN
::Estudo Multicêntrico
::Tratamento
  Aviso Legal
::Disclaimer


MIOSAN
cloridrato de ciclobenzaprina

USO ADULTO

COMPOSIÇÃO E APRESENTAÇÕES:
Caixa com 30 comprimidos revestidos contendo 5 mg ou 10 mg de cloridrato de ciclobenzaprina.

INDICAÇÕES
MIOSAN é indicado no tratamento dos espasmos musculares associados com dor aguda e de etiologia musculoesquelética, como nas lombalgias, torcicolos, fibromialgia, periartrite escapuloumeral, cervicobraquialgias. O produto é indicado como coadjuvante de outras medidas para o alívio dos sintomas, tais como fisioterapia e repouso.

CONTRA-INDICAÇÕES
Hipersensibilidade a ciclobenzaprina ou a qualquer outro componente da fórmula do produto. Nos pacientes que apresentam glaucoma ou retenção urinária. Uso simultâneo de IMAO (inibidores da monoaminoxidase).
Fase aguda pós-infarto do miocárdio. Pacientes com arritmia cardíaca, bloqueio, alteração da conduta, insuficiência cardíaca congestiva ou hipertireoidismo.

REAÇÕES ADVERSAS
As reações adversas que podem ocorrer com maior freqüência são: sonolência, secura de boca e vertigem. As reações relatadas em 1 a 3% dos pacientes foram fadiga, debilidade, astenia, náuseas, constipação, dispepsia, sabor desagradável, visão borrosa, cefaléia, nervosismo e confusão. Estas reações somente requerem atenção médica se forem persistentes.
Com incidência em menos de 1% dos pacientes foram relatadas as seguintes reações: síncope e mal estar. Cardiovasculares: taquicardia, arritmias, vasodilatação, palpitação, hipotensão. Digestivas: vômitos, anorexia, diarréia, dor gastrintestinal, gastrite, flatulência, edema de língua, alteração das funções hepáticas, raramente hepatite, icterícia e colestase. Hipersensiblidade: anafilaxia, angioedema, prurido, edema facial, urticária e "rash". Musculoesqueléticas: rigidez muscular. Sistema nervoso e psiquiátricas: ataxia, vertigem, disartria, tremores, hipertonia, convulsões, alucinações, insônia, depressão, ansiedade, agitação, parestesia, diplopia. Pele: sudorese. Sentidos especiais: ageusia, tinitus. Urogenitais: Freqüência urinária e/ou retenção. Estas reações, embora raras, requerem supervisão médica.

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS
A ciclobenzaprina pode aumentar os efeitos do álcool, dos barbituratos e dos outros depressores do SNC.
Os antidepressivos tricíclicos podem bloquear a ação anti-hipertensiva da guantidina e de compostos semelhantes.
Antidiscinéticos e antimuscarínicos podem ter aumentada a sua ação, levando a problemas gastrintestinais e a íleo paralítico.
Com inibidores da monoaminoxidase é necessário um intervalo mínimo de 14 dias entre a administração dos mesmos e da ciclobenzaprina, para evitar as possíveis reações.

PRECAUÇÕES E ADVERTÊNCIAS
A utilização de MIOSAN por períodos superiores a duas ou três semanas deve ser feita com o devido acompanhamento médico. Gravidez
Não há estudos adequados e bem controlados sobre a segurança do uso de ciclobenzaprina em mulheres grávidas. Como os estudos em animais nem sempre reproduzem a resposta em humanos, não se recomenda a administração de MIOSAN durante a gravidez.
Amamentação
Não é conhecido se a droga é excretada no leite materno. Como a ciclobenzaprina é quimicamente relacionada aos antidepressivos tricíclicos, alguns dos quais são excretados no leite materno, cuidados especiais devem ser tomados quando o produto for prescrito a mulheres que estejam amamentando.
Pediatria
Não foi estabelecida a segurança e a eficácia de ciclobenzaprina em crianças menores de 15 anos.

POSOLOGIA
Adultos
A dose usual é de 20 a 40 mg ao dia, em duas a quatro administrações.
A dose máxima diária é de 60 mg. O uso do produto por mais de duas ou três semanas não é recomendado.

Reg. MS nº 1.0118.0129
Venda sob prescrição médica
Apsen Farmacêutica S/A





Busca no Site


  Área Pacientes

  Sites Recomendados
Fibromyalgia Network
Site informativo, com material educacional para leigos, web links, newsletters, calendário de eventos, atualiações sobre diagnóstico e tratamento, etc...


Leia mais...

  Apoio


Sociedade Brasileira de Reumatologia




Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor




Apsen Farmacêutica


Informações: 0800 165678 - infomed@apsen.com.br web by SiteCommerce.net